Passar para o conteúdo principal
Aefp

Os Exames do Collège

A obtenção do « diplôme national du brevet » (DNB)  depende da avaliação do « socle commun » e de cinco exames obrigatórios realizados no final do 3º ciclo (9º ano).

A avaliação do « socle commun » representa 400 pontos.

O domínio de cada uma das componentes do « socle commun » será apreciado no final do 9º ano, durante o conselho de turma realizado no 3º trimestre:

  • "Maîtrise insuffisante" (10 pontos)
  • "Maîtrise fragile" (25 pontos)
  • "Maîtrise satisfaisante (40 pontos)
  • "Très bonne maîtrise" (50 pontos)

 As provas obrigatórias realizadas no final do 9º ano representam 400 pontos.

Uma prova oral

O exame oral estará relacionado com um projeto levado a cabo em História das Artes ou no âmbito de um EPI (ou de um dos percursos educativos: percurso de orientação, educação para a saúde, educação para a cidadania ou educação artística e cultural); permite, em particular, avaliar a qualidade da expressão oral.

A avaliação oral poderá  realizar-se de duas formas :

  • através de uma apresentação individual com a duração de 15 minutos (5 minutos de exposição e 10 minutos de interação com o júri);
  • através de uma apresentação coletiva com a duração de 25 minutos  (10 minutos de exposição e 15 minutos de interação com o júri).

Quatro provas escritas

As provas escritas dizem respeito às  disciplinas de:

  • francês(3h) : a partir de um excerto de um texto literário e, eventualmente, de uma imagem, avaliação das competências linguísticas (gramática – incluindo reescrita –,  léxico ...) e competências de compreensão e de interpretação + ditado+ redação;
  • matemática (2h) : exercícios, alguns dos quais acompanhados de quadros ou de esquemas e um exercício de informática;
  • história e geografia (2h) : análise e compreensão de documentos + utilização de referências históricas e geográficas +mobilização de competências de educação moral e cívica;
  • ciências (1h) (2 disciplinas em 3) : físico-química, ciências da vida e da terra, tecnologia
  • avaliação do « socle commun » de conhecimentos, de competências e de cultura.

As provas do DNB representam 400 pontos.

São avaliadas sobre 100 pontos as disciplinas de :

  • francês
  • matemática
  • São avaliadas sobre 50 pontos as disciplinas de :
    • história e geografia
    • as ciências (físico-química, ciências da vida e da terra e tecnologia)       

A prova oral é avaliada sobre 100 pontos

Serão atribuídos pontos suplementares aos candidatos que tenham concluido um ensino opcional de acordo com o nível que eles adquiriram no final do 3º ciclo tendo em conta os objetivos de aprendizagem :

  • 10 pontos se os objetivos de aprendizagem do ciclo foram atingidos
  • 20 pontos se os objetivos de aprendizagem do ciclo foram ultrapassados

O aluno obtém o « brevet » se conseguir 400 pontos em 800.

Em função dos pontos obtidos, os alunos poderão obter uma menção: “assez bien”, bien” ou “très bien”.

Será atribuída a menção:

  • «assez bien» se o aluno acumular mais de 480 pontos
  • « bien» se o aluno acumular mais de 560 pontos
  • « très bien » se o aluno acumular mais de 640 pontos

ASSR (Certificados Escolares de Segurança Rodaviária)

Em França, os Certificados Escolares de Segurança Rodoviária (Attestations Scolaires de Sécurité Routière – ASSR) são obrigatórios. Trata-se de um documento importante que deverá ser cuidadosamente conservado. Quem estiver na posse deste certificado estará habilitado a conduzir um ciclomotor e poderá inscrever-se no exame teórico para obter a carta de condução.

O nosso estabelecimento prepara os alunos para o exame e realiza as provas necessárias; posteriormente, emite os dois certificados (Attestations Scolaires de Sécurité Routière – ASSR):

  • ASSR – 1º nível: prova realizada no 7º ano de escolaridade (5ème); este exame antecede um outro (cuja duração será de três horas) que permitirá obter o Brevet de sécurité routière (BSR), obrigatório para conduzir um ciclomotor (em França).
  • ASSR – 2º nível: prova realizada no 9º ano (3ème), obrigatória para se inscrever no exame teórico da carta de condução; o aluno estará habilitado a praticar uma "conduite accompagnée”, a partir dos 16 anos (em França).

Em caso de extravio, o estabelecimento emitirá apenas uma segunda via do documento; os certificados só poderão ser concedidos pela instituição onde as provas são realizadas.

Links relacionados